Vale a pena vocês ler esse texto e compartilhar.

Autor : Alcides Amaro Dias

Estou deixando o Candomblé.

Sim, é isso mesmo...Estou deixando o candomblé.
Não se espante. Vários já fizeram isso, por que, justamente eu, não posso fazer?
Razões ?
Tenho dezenas, centenas de razões. Quem sabe, milhares.
Muitos não param, para saber como estou.
Muitos, só lembram de mim, quando estão necessitando de algo. E eu, nem peço muito.
Às vezes, só preciso de água e nada mais.
Daqui, só vejo lamento. Reclamações que nunca acabam.
Ando cansado do uso do meu nome, indevidamente e, em vão.
Ando cansado das cobranças que me fazem, quando na verdade, eu deveria cobrar muito mais, pelo que tenho visto.
Cansado da falta de respeito, da falta de comprometimento.
Cansado até da suposta fé.
Essa mesma fé que, ao menor sinal de problema, trinca como vidro.
E, quantas vezes, essa fé estilhaçou?
E o culpado?
Eu, como sempre.
Me uno aos outros, pensando em vocês mas, no momento de se unirem, pensando em mim, o egoísmo não permite.
Dei a vocês, um pouco da minha sabedoria.
E o que fizeram com ela ?
Distorceram, misturaram, diluíram.
Sem ao menos, me consultarem sobre as mudanças.
Vejo vocês chorando. Um choro que vêm da alma. Pedindo por ajuda.
Agò é a palavra que usam muito.
Eu estou lá nesse momento seu.
Mas, você acha que nunca ouço.
Peço aos meus, para darem caminho a vocês.
E o que fazem ? Usam desvios para chegarem a lugar algum.
E de quem é a culpa?
Minha sempre.
Porém, tem um detalhe:
Quando chegam em algum lugar, o mérito da ajuda, nunca é meu.
Vocês esquecem que, se não quero, nada acontece, venha de onde vier.
Há tempos o singelo, passou a ser egocêntrico.
O simples agora é composto.
Eu mesmo, em alguns casos, não sou mais eu.
O velho está esquecido. O novo sendo exaltado. E no seu melhor momento, não sou lembrado.
Então, por que eu devo permanecer no candomblé?
Me dê uma só razão que me convença!
Não sei se há !
Mas, vou aguardar sua razão e, refletir sobre ela.
Lembre-se:
Sou forte.
Sou piedoso
Sou vento
Mas, abracei você, quando me pediram.
Então, também tenho coração.
Ocupe o espaço que te dei dentro dele, com sabedoria.
Se você deixar esse espaço, terei razão suficiente para deixar o candomblé de vez.
Motumbá, kolofè, mukuiu, a bença. Não importa. Mas eu desejo que o grande senhor FunFun, te cubra todos os dias.

Assinado : SEU ORISÁ!!!!
Gostei compartilhei
É POR ISSO QUE AMO MEU ORISÀ E MESMO COM OS MEUS ERROS EU TENHO MUITO HÁ AGRADECER POR ELES EXISTIREM EM MINHA VIDA
AWRE A TODOS



You May Also Like

0 comentários